Archive for Ailtton Sousa

Qual a melhor empresa para se trabalhar em 2013?

faceinicial

Glassdoor, site que fornece avaliações sobre empresas e empregos, divulgou uma lista dos melhores lugares para se trabalhar em 2013.

Facebook certamente não é tímido sobre estar no topo da lista. A rede social de Mark Zuckerberg, que chegou a estar na ponta em 2011, e em 2012 caiu para a 3ª posição, subiu dois degraus na pesquisa deste ano, reassumindo o primeiro lugar. Já empresas badalada e de renome como Google e Apple não tiveram um desempenho tão interessante, ficando em 6º e 34º lugar na eleição, respectivamente. Na lista também apareceram outras empresa de tecnologia como o LinkedIn  no número 14, a Intel na posição  31.

E para surpresa outras internacionalmente reconhecidas, como Microsoft e Twitter, não figuraram na lista das 50 melhores empresas para trabalhar da Glassdoor.

Os resultados da pesquisa são provenientes de feedbacks de empregados anônimos dessas empresas. A lista, que leva em consideração vários aspectos relacionados ao trabalho, é baseada na opinião de funcionários que autorizam fornecer esse tipo de informação anonimamente.

Veja lista completa AQUI

 

 

Fontes:[TechTudo] [slashgear] [SobreADM]

 

 

A diferença entre BIT e BYTE

BITEBYTE.cdrPRONTO2

Bit 

Qualquer circuito eletrônico é baseado em transistores, componentes extremamente simples, que permitem apenas dois estados: podem estar ligados ou desligados. Já que todo tipo de dado a ser processado precisa ser codificado em seqüências destes dois valores, foi criado o sistema binário, que permite representar qualquer tipo de informação, ou de operação aritmética através da combinação dos números 1 e 0, chamados de bit. Um único bit permite apenas duas combinações (1 ou 0), dois bits permitem 4 combinações, 3 bits permitem 8 combinações e assim por diante. Com 8 bits, temos o suficiente para um caracter de texto no sistema ASCII, com 24 bits temos o suficiente para um ponto numa imagem true-color, com 128 bits, temos o suficiente para gerar uma sofisticada chave de encriptação, e por aí vai…

Byte

É uma unidade de armazenamento de dados. Cada byte é formado por 8 bits e é suficiente para 256 combinações diferentes. É por isso que no sistema de caracteres ASCII é usado um byte para representar cada caracter. Com 256 combinações é possível incluir todas as letras, números e ainda um punhado de caracteres especiais e símbolos. No conjunto Unicode, onde são incluídos também caracteres do Japonês, Chinês, Árabe e outras línguas são usados 2 bytes para cada caracter, o que permite 65 mil caracteres diferentes.

Resumindo:

  • A menor unidade de informação de um computador é o Bit, um Bit pode assumir os valores 0 ou 1.
  • Um Byte é um conjunto de oito Bits.
  • Dados são armazenados na base binária não na decimal. 0 = 000000001 = 0000000110 = 00001010255 = 11111111

 

Veja as 30 profissões do futuro no Brasil….

A rede Laureate, que trabalha com educação e é dona de 60 universidades em 29 países (11 no Brasil), lançou um estudo no qual mostra as áreas do conhecimento que vão ser mais requisitadas nos próximos anos.

060412profissoes

Confira as 30 profissões nas quais, segundo Laureate, vale a pena investir:

  1. – Administrador público
  2. – Tecnólogo e engenheiro de petróleo e gás
  3. – Especialista em recuperação de áreas urbanas degradadas
  4. – Coordenador de desenvolvimento da força de trabalho e educação continuada
  5. – Matemático
  6. – Especialista em inteligência artificial
  7. – Profissional de ecorrelações
  8. – Profissional de marketing para e-commerce
  9. – Designer de games
  10. – Gestor de eventos de entretenimento
  11. – Especialista em logística fluvial
  12. – Gestor de direito de saúde
  13. – Gestor de resíduos
  14. – Especialista em bioinformática
  15. – Consultor em planejamento financeiro
  16. – Gerente de inovação
  17. – Tecnólogo em construção naval
  18. – Planejador de e-learning
  19. – Especialista em epidemias e desastres naturais
  20. – Especialista em agroecologia
  21. – Tecnólogo em telemedicina
  22. – Coordenador de terceirização de offshore
  23. – Gestor de esporte
  24. – Engenheiro de energias renováveis e tecnologia não poluente
  25. – Gerontólogo
  26. – Advogado especialista em direito eletrônico
  27. – Desenvolvedor de web móvel
  28. – Consultor de sucessão
  29. – Farmacoeconomista
  30. – Curador de arte

Se identificou com algumas delas????? então vá em frente e sucesso….

profissoes_do_futuro

 

INTERNET, INTRANET e EXTRANET… Veja a Definição de cada uma….

Intraextra_1

INTERNET: uma gigantesca rede mundial de computadores interligados Por linha de comunicação privadas. Cabos submarinhos, canais de satélites e derivados ou meios de telecomunicações.

INTRANET: consiste em uma rede privativa de computadores, que se baseia nos padrões de comunicação de dados da internet pública.

EXTRANET: uma rede corporativa que utiliza tecnologia internet, para conectar empresas os seus fornecedores, parceiros, clientes, ou outros empreendimentos com os quais compartilham objetos.

 

Qual o peso do diploma nas carreiras de TI?

Experiência e um bom pacote de certificações substituem a graduação? Nas grandes empresas, não. Mas se a ideia é empreender, o canudo pode não fazer falta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O que Bill Gates, Steve Jobs, Michael Dell e Mark Zuckerberg têm em comum, além de serem empreendedores bem-sucedidos e milionários? Os quatro ícones da tecnologia tinham pressa e não concluíram seus cursos universitários. Com uma boa ideia na cabeça e muita disposição, eles fizeram uma opção arriscada e se deram bem, muito bem. Mas será que hoje o mercado aceita profissionais que não têm um canudo de graduação? A resposta para essa pergunta passa por duas variáveis: a área escolhida e as ambições do profissional. Se a intenção é trabalhar numa grande empresa ou banco e ainda combinar tecnologia com negócios, o diploma conta, sim, e muito. Se, por outro lado, a opção for montar um negócio próprio ou trabalhar em empresas pequenas e médias, experiência de mercado e um bom conjunto de certificações podem ser mais do que suficientes .

ser-diferente

 

 

Leia mais AQUI

O que é Banco de Dados?

imagem

Imaginem que vocês possuem uma empresa, todos os dados dos seus clientes estão armazenados em fichas, guardadas em fichários num enorme armário empoeirado. Sempre que você precisa consultar o endereço, por exemplo, de um deles, você não acha a ficha ou não entende o que está escrito. Essa situação pode ser evitada se cadastrarmos os nossos clientes utilizando um programa específico que trabalhe com banco de dados.

Um banco de dados é simplesmente um conjunto de informações, onde os dados são organizados de forma lógica e estruturados. Por exemplo, um cadastro de estoque de filmes de uma locadora é um banco de dados. Nele podemos cadastrar um novo filme, alterar algum existente ou excluir algum indesejado. Tempos atrás, quando a maioria das empresas ainda não era informatizada, todas essas funções eram feitas manualmente.

O que é Planejamento da Informação?

planejamento

A tecnologia da informação tem um custo elevadíssimo, e os computadores não possuem “poderes mágicos” de resolver problemas de gestão, racionalizar processos ou aumentar a produtividade. Máquinas e softwares idênticos executarão maravilhas em organismos bem-estruturados e organizados, mas serão apenas uma fonte de gastos naqueles que não planejarem adequadamente suas necessidades de informação.

O bom aproveitamento das facilidades trazidas pela tecnologia da informação depende de um processo periódico e estruturado de planejamento da informação.

Para isso, os administradores precisam se preocupar em adquirir uma visão estratégica de como os sistemas de informação da organização deverão ser implementados ou alterados, de forma a atender as necessidades de informação da organização por um período considerado adequado (é difícil estimar com precisão muito à frente, pela velocidade da mudança tecnológica, portanto esse plano deve contemplar os próximos 6 meses a 3 anos, e ser reavaliado sempre que surja alguma alteração significativa no ambiente externo ou interno).

O planejamento da informação deve resultar em um documento – um plano estratégico que defina a direção futura dos recursos de TI, refletindo as políticas, padrões e procedimentos de recursos de informação como um todo, e oferecendo orientação para todos os setores da organização.

O plano estratégico ou estratégia de TI é o ponto de partida para qualquer investimento em tecnologia, identificando as mudanças futuras que deverão constar dos planos e orçamentos do departamento de tecnologia da informação.

 

Fonte:[2beal]

Por que usar tecnologia da informação?

20120423134615

Algumas das razões que levaram à disseminação do uso da TI:

1)    Única maneira de fazer determinado trabalho;

2)    Melhorar processos internos;

3)    Aplicar controles melhores;

4)    Reduzir custos;

5)    Melhorar a qualidade e disponibilidade das informações importantes internas e externamente à organização;

6)    Agregar valor aos serviços e produtos ofertados por uma organização.

O principal benefício que a tecnologia da informação traz para as organizações é a sua capacidade de melhorar a qualidade e a disponibilidade de informações e conhecimentos importantes para a empresa, seus clientes e fornecedores. Os sistemas de informação mais modernos oferecem às empresas oportunidades sem precedentes para a melhoria dos processos internos e dos serviços prestados ao consumidor final.

Na era em que vivemos, o sucesso das empresas passou a depender de sua capacidade de inovar das áreas de produtos, serviços, canais e processos. Nesse contexto, a tecnologia da informação assume um papel crítico, permitindo às organizações modificar-se rapidamente e levar essas inovações até o mercado. A necessidade de operar num ambiente dinâmico faz com que as empresas precisem concentrar-se em adquirir excelência operacional, o que exige, entre outros requisitos, a disponibilidade de sistemas de informação integrados, confiáveis e de alta velocidade, além de outras tecnologias, a fim de obter maior eficiência e controle operacional.

Como funciona um Departamento de Tecnologia da Informação?

fundo_ti

Dentro de uma organização, a unidade, departamento ou setor de Tecnologia da Informação é responsável por todas as suas funções de informática.

A unidade de TI precisa ter uma estrutura organizacional bem definida, com as responsabilidades de suas unidades organizacionais claramente estabelecidas, documentadas e divulgadas, e políticas de pessoal adequadas, quanto à seleção, segregação de funções, treinamento e avaliação de desempenho. Esta estrutura é necessária para que se gerencie racionalmente os recursos computacionais da organização, de modo a suprir as necessidades corporativas de informação de forma eficiente e econômica.

Um departamento de de TI de uma empresa de grande porte apresenta, tipicamente, as seguintes divisões:

Administração

A administração do departamento de TI já não é mais vista como como uma subfunção do Departamento de Pessoal ou de Administração, mas sim como uma divisão corporativa separada, com seu próprio Diretor Executivo, ou CIO (Chief Information Officer).

Desenvolvimento e suporte de aplicação

Divisão dedicada ao projeto, desenvolvimento e manutenção de softwares aplicativos. Pode englobar muitas equipes de desenvolvimento, formadas por analistas de sistemas, projetistas de sistemas e programadores.

Operações

Responsável pela organização e operação rotineira do hardware de computador e dos sistemas operacionais. Eles prestam serviços para as equipes de desenvolvimento de aplicativos e para os usuários de sistemas em operação.

Suporte de produção

Faz a interligação entre o usuário, a Divisão de Operações e a Divisão de Comunicação de Dados, prestando serviços na determinação de problemas e registro de defeitos. Este grupo também pode prover serviços de administração de banco de dados para aplicações.

Software de sistemas

Divisão responsável pela instalação e manutenção do software de sistemas, e pelos serviços de suporte de natureza técnica para o resto do pessoal de TI e usuários finais. Estão encarregados de providenciar para que o hardware e o software de sistema operem com um desempenho ótimo.

Redes

A Divisão de Redes ou de Comunicação de Dados oferece serviços para os usuários do sistema que estejam experimentando problemas de comunicação ou desejam comunicar-se com dispositivos ou usuários remotos. Eles são responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção da rede de comunicação da organização.

 

 

Fonte:[2beal]

Dez tecnologias que estarão em alta em 2013

Veja abaixo as dez tecnologias estratégicas para empresas que estarão em alta em 2013 a e vão impactar a TI nos próximos meses, segundo o instituto de pesquisas Gartner.

tecnologia-movel

1. Dispositivos móveis
Nesse ano, os telefones celulares vão ultrapassar os PCs como dispositivo mais comum de acesso à web em todo o mundo. Será que isso significa que aparelhos móveis vão substituir os PCs? Sim e não, diz o Gartner.

2. Mudança de aplicativos nativos para aplicativos web como HTML5 
O Gartner nota que os aplicativos nativos não vão desaparecer e “sempre oferecerão a melhor experiência ao usuário e recursos mais sofisticados.”

3. Nuvem pessoal substitui a noção de computador pessoal
A nuvem vai abrigar todos os aspectos da vida de uma pessoa, diz o Gartner. Por ser um modelo tão vasto e capaz de empacotar recursos infinitos “nenhuma plataforma, tecnologia ou vendedor vai dominá-lo”, indica o instituto de pesquisas. Isso também significa que TI terá de suportar quase tudo.

4. Internet das Coisas

Tudo vai conectar-se à internet, incluindo câmeras, microfones, realidade aumentada, edifícios e sensores embutidos em todos os lugares. Em muitos casos, ela já se faz presente. A Internet das Coisas vai conduzir novos produtos, como os baseados em uso seguro ou de políticas fiscais. Também levantará novas questões.

5. Cloud computing
Como a adoção da nuvem cresce, os departamentos de TI terão de criar “serviços em nuvem” para servir como foco central para gerenciar o acesso à serviços externos.

6. Big Data estratégico
Projetos de Big Data estão se tornando mais econômicos para as empresas, graças, em parte, aos servidores e CPUs de baixo custo. Big Data estratégico, acredita o Gartner, fará com que usuários executem projetos não mais isolados. Companhias vão incorporar a análise da grande massa de dados em mais atividades que desempenham.

7. Analytics acionável
Analytics acionável é, em alguns aspectos, um subconjunto da sexta tendência (Big Data estratégico). Processamento de baixo custo está fazendo o possível para “realizar análises e simulações para cada ação tomada em um negócio”. A maioria das análises hoje se concentra em olhar para a análise histórica, o próximo passo é prever o que pode acontecer.

8. Computação em memória (in-memory)
Computação em memória, diz o Gartner, pode ser transformacional. Ela permite que as atividades que consomem horas para serem executadas levem minutos ou apenas segundos. A computação em memória vai se tornar uma plataforma dominante no próximo ano ou dois, já que cada vez mais os usuários buscam consultas em tempo real.

9. Appliances virtuais integrados à ecossistemas

Eles não vão acabar com aparelhos físicos e suas vantagens de segurança, mas dispositivos virtuais vão ganhar um lugar de destaque nas operações de TI.

10. Lojas corporativas de aplicativos 
Lojas empresariais de aplicativos vão transformar os departamentos de TI em gerentes de mercado, proporcionando governança e até mesmo apoiando a “apptrepreneurs”. Lojas de aplicativos serão o espaço para encontrar tudo o que o usuário precisa para aprimorar seu trabalho. 

Fonte:[Uol]

Google inaugura novo escritório em São Paulo

O Google Brasil inaugurou, dia 15 de janeiro de 2013, a sua nova sede. Localizado em um prédio de luxo na capital paulista, o escritório abriga de 300 a 400 funcionários da companhia no país.

novo-escritorio-google

Ainda em processo de mudança, o novo escritório ocupa três andares do prédio e alterna ambientes abertos com salas de reunião que homenageiam a cultura brasileira –entre os nomes dados às salas estão MASP, Oscar Freire e Tapioca. O ambiente também tem alguns espaços temáticos, como uma sala que simula um “sítio”, com quatro redes para que os funcionários possam deitar.

6242_2_L

A ideia, diz a companhia, é juntar a cultura brasileira com a cultura corporativa do Google. Bonecos do sistema operacional Android, por exemplo, são colocados lado a lado com duas impressoras batizadas de “mico-color” e “tatu-color”. O Google afirma que o escritório foi desenhado pelos próprios funcionários, que escolheram os nomes em questão.

6240_2_L

O novo escritório também traz tecnologia, incluindo salas com telões de videoconferência e uma ferramenta que permite navegar pelo Google Earth através de quatro telas verticais. Videogames e acessórios de computadores também são espalhados pelos ambientes… os acessórios são de livre uso dos funcionários.

6232_2_L

As áreas de relaxamento incluem duas salas de massagem e uma área de alimentação feita para lembrar as feiras livres da cidade de São Paulo. As mães que ainda estão amamentando, mas precisam trabalhar, têm um ambiente específico.

No último dos três andares, fica um restaurante para os funcionários e um terraço, com grandes almofadas para descanso.

 

Via[G1]

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers